bancos fundos

Bancos com ativos acima de US$ 100 bilhões registram desvalorização no mês de agosto

A base de dados da Economatica tem 408 bancos da América Latina, USA ou do mundo com ADRs negociados nos USA.

45 bancos da amostra têm ativos totais acima de US$ 100 bilhões e o Brasil tem quatro instituições neste seleto grupo de bancos.

No mês de agosto de 2019 o valor de mercado de 44 das 45 instituições bancárias, com ativos acima de US$ 100 bilhões, registraram desvalorização.

Rentabilidade das ações

Das 45 instituições, 44 registram queda do preço das suas ações no mês agosto, sendo que a lista é liderada pela ação ordinária do Banco do Brasil que no mês de agosto desvalorizou -13,72% (com valores em dólares) seguida pela ação preferencial do Bradesco com queda de -13,07%.

A ação do Santander Unit (SANB11) negociada na Bovespa registra a décima quarta maior desvalorização com queda de -9,56% e a ação preferencial do ItauUnibanco (ITUB4) negociada na Bovespa registra a décima nona maior desvalorização com -9,25%.

Somente a ação do banco Mizuho Financial Group Inc negociada nos USA por meio da sua ADR registra valorização no mês de agosto com 3,17%.

A média da valorização dos papeis da amostra é de -7,68%.  

Para o levantamento utilizamos a ação mais líquida de cada banco.

Bancos com ativo total

Maiores quedas por valor de mercado

Os 45 bancos da amostra registram queda de US$ 224,9 bilhões no mês de agosto de 2019.

O banco com maior queda nominal de valor de mercado é o Bank of America Corp com queda de US$ 29,5 bilhões.

O Bradesco é o banco brasileiro da amostra com a maior queda nominal de valor de mercado no mês de agosto com – US$ 8,6 bilhões, seguido de perto pelo ItauUnibanco com – US$ 8,56 bilhões. O Banco do Brasil tem a décima maior queda nominal e o Santander a décima nona.

O ItauUnibanco, mesmo com a queda, mantém a décima posição por valor de mercado no final de agosto de 2019.

O Bradesco e Banco do Brasil perdem três posições no mês de agosto em valor de mercado. O Bradesco no final de julho era o décimo primeiro maior banco por valor de mercado e no final de agosto é o décimo quarto. O Banco do Brasil cai da vigésima sexta para vigésima nona posição.

O Santander Brasil sobe uma posição, de vigésimo terceiro para vigésimo segundo.

ESTUDOS RELACIONADOS

Poupança, Dólar e Euro perdem para a inflação …

A inflação medida pelo IPCA no ano de 2019 é de 4,31%...

Leia mais

10 de janeiro de 2020 | Por Economatica

Análise da composição da carteira do índice IH…

A Economatica analisa diversos dados quantitativos da carteira do índice IHFA conforme...

Leia mais

9 de janeiro de 2020 | Por Economatica

As candidatas a boas pagadoras de dividendos em 20…

Levantamento da Economatica aponta as ações com potencial de bons resultados em...

Leia mais

3 de janeiro de 2020 | Por Economatica