20200805_ECO_EMKT

Grandes bancos – Consolidando resultados no primeiro trimestre de 2020 – PDD é o segundo maior da história – Santander é destaque em lucratividade e ROE

O levantamento considera os resultados trimestrais dos quatro maiores bancos do Brasil de capital aberto (Banco do Brasil, ItauUnibanco, Bradesco e Santander) e seus números conforme dados publicados na CVM.Todos os valores são nominais sem ajuste pela inflação.

PDD – Provisionamento de devedores duvidosos

O valor consolidado no primeiro trimestre de 2020 é de R$ 28,38 bilhões, que é o segundo maior valor trimestral já registrado historicamente. O maior valor anterior foi no quarto trimestre de 2019 com R$ 28,49 bilhões.

No primeiro trimestre de 2020 o ItauUnibanco com R$ 10,8 bilhões lidera o provisionamento, seguido pelo Bradesco com R$ 7,3 bilhões, Banco do Brasil com R$ 6,6 bilhões e Santander com R$ 3,5 bilhões.

Dos quatro bancos, o Santander e Banco do Brasil registram diminuição de PDD no primeiro trimestre de 2020 com relação ao quarto trimestre de 2019.

evolução do pdd trimestral

Lucro líquido trimestral

O lucro líquido consolidado no primeiro trimestre de 2020 é de R$ 13,7 bilhões, menor valor registrado desde o terceiro trimestre de 2017 quando o lucro foi de R$ 13,5 bilhões.

Com R$ 3,77 bilhões de lucro no primeiro trimestre de 2020 e pela primeira vez desde que o Santander foi listado na bolsa, o banco tem o melhor resultado trimestral com relação aos seus concorrentes, seguido pelo ItauUnibanco com R$ 3,40 bilhões, Bradesco com R$ 3,38 bilhões e Banco do Brasil com R$ 3,2 bilhões.

evolucao do lucro liquido

Lucro líquido anualizado (12 meses)

O Santander tem lucro anualizado crescente consecutivamente nos últimos 15 trimestres, desde o segundo trimestre de 2016 com R$ 14,54 bilhões no primeiro trimestre de 2020.

O ItauUnibanco, Bradesco e Banco do Brasil registram queda do lucro anualizado no primeiro trimestre de 2020 e no caso do Bradesco pelo segundo trimestre consecutivo.

evolucao do lucro liguido anualizado

Receita Intermediação Financeira

O volume no primeiro trimestre é o maior historicamente com R$ 180,3 bilhões, o maior valor anterior foi no terceiro trimestre de 2015 com R$ 172,9 bilhões.

O valor registrado no primeiro trimestre de 2020 é 69,2% superior ao do quarto trimestre de 2019 e 46,18% superior ao primeiro trimestre de 2019.

O Bradesco é o único banco que registra diminuição no primeiro trimestre de 2020 com relação ao quarto trimestre de 2019 com queda de 19,27%. Com relação ao primeiro trimestre de 2019 o banco registra queda de 25,9%. Já ItauUnibanco, Banco do Brasil e Santander têm crescimento nos dois períodos.

evolução da receita intermediação financeira trimestral

Dividendos e Juros sobre capital próprio (JCP)

Sazonalmente os bancos têm o maior volume de dividendos e JCP´s distribuídos no primeiro trimestre de cada ano, fato que aconteceu no primeiro trimestre de 2020, porém o volume de R$ 20,9 bilhões é inferior em -25,25% com relação ao primeiro trimestre de 2019, quando o volume distribuído foi de R$ 27,9 bilhões.

O ItauUnibanco é o banco que mais distribuiu nominalmente no primeiro trimestre de 2020 com R$ 9,79 bilhões, valor 42,71% inferior ao do mesmo período de 2019. O Bradesco tem o menor valor distribuído em 2020 com R$ 380 milhões, valor 91,34% inferior ao do primeiro trimestre de 2019. Devemos salientar que o Bradesco fez uma distribuição de dividendos bastante substancial no quarto trimestre de 2019 (R$ 12,6 bilhões) o que pode ter influenciado o valor da distribuição do primeiro trimestre de 2020.

evolucao do pagamento de dividendo e JCP

Rentabilidade sobre o Patrimônio (ROE) 12 meses Anualizado

O ROE do Santander é o maior entre os três bancos com 21,24%, o banco vem liderando o ranking desde o quarto trimestre de 2018. O Banco do Brasil tem o segundo melhor registro com 18,85%, ItauUnibanco com 17,75% está na terceira posição e o Bradesco na última posição com 15,94%, valor este 2,73 p.p. inferior ao do quarto trimestre de 2019 e que representa a maior queda entre os quatro bancos.

evolucao do ROE

Ativo Total

O Ativo Total consolidado dos três bancos é de R$ 5,99 trilhões, valor 10,57% superior ao do quarto trimestre de 2019 e 13,44% superior ao do primeiro trimestre de 2019.

O ItauUnibanco com R$ 1,98 trilhões é o maior banco por ativos da amostra, seguido pelo Banco do Brasil com R$ 1,58 trilhão, Bradesco com 1,43 trilhão e Santander com R$ 1,0 trilhão.

Com 5,5% o Bradesco tem o menor crescimento percentual entre o quarto trimestre de 2019 e primeiro trimestre de 2020 e o Santander tem o maior crescimento com 16,66%.

Evolucao do ativo total

Se já for usuário da plataforma de fundos da Economatica e desejar efetuar algum levantamento complementar entre em contato com o nosso suporte pelo telefone 011 40813800 ou pelo email info@economatica.com.br . Se ainda não é nosso usuário ou não possui a base de fundos, solicite um trial pelos mesmos canais.

ESTUDOS RELACIONADOS

Grandes bancos – Consolidando resultados no prim…

O levantamento considera os resultados trimestrais dos quatro maiores bancos do Brasil...

Leia mais

8 de maio de 2020 | Por Economatica

Evolução da alocação de Títulos Públicos e O…

O levantamento foi efetuado considerando as seguintes condições: – Listamos todos os...

Leia mais

7 de maio de 2020 | Por Economatica

Relatório mensal de fundos de investimento por cl…

Com base nos dados disponíveis na nossa plataforma de análise (fonte CVM/ANBIMA),...

Leia mais

6 de maio de 2020 | Por Economatica