Lucro líquido: Empresas de capital aberto crescem em 2018

Economatica, empresa de informações financeiras, consolida o lucro de 285 empresas de capital aberto brasileiras no primeiro trimestre de 2018

 

O levantamento foi elaborado com base nos demonstrativos financeiros padronizados entregues à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), não foram considerados outros informes que as empresas tenham apresentado ao mercado.

O lucro consolidado no primeiro trimestre de 2018 é de R$ 50,82 bilhões contra R$ 47,31 bilhões no ano de 2017, crescimento de R$ 3,51 bilhões ou 7,43% nos últimos 12 meses.

O crescimento poderia ser maior se a Eletrobrás não fizesse parte da amostra. No primeiro trimestre de 2018 a Eletrobrás registra lucro de 31,8 milhões contra R$ 1,39 bilhão no ano de 2017, queda de R$ 1,36 bilhão.

Sem a Eletrobrás o aumento no lucro das empresas no primeiro trimestre de 2018 seria de 10,62%. O lucro de 289 empresas sem a Eletrobrás seria de R$ 50,79 bilhões no primeiro trimestre de 2018 contra R$ 45,91 bilhões no mesmo período de 2017.

260 empresas não financeiras registram crescimento de 4,41% de lucratividade no primeiro trimestre de 2018 com relação ao ano de 2017. O lucro do conjunto no ano de 2018 é de R$ 31,33 bilhões contra R$ 30,0 bilhões em 2017, crescimento de R$ 1,32 bilhão. O levantamento inclui a Eletrobrás.

O setor financeiro (Bancos e seguradoras) com 30 empresas registra lucro de R$ 19,49 bilhões no primeiro trimestre de 2018 contra R$ 17,29 bilhões de 2017, crescimento de 12,68% ou R$ 2,19 bilhões.

Dos 26 setores analisados somente o setor de Construção tem prejuízo no primeiro trimestre de 2018 de -R$ 482,9 milhões; o setor no primeiro trimestre de 2017 registrou prejuízo de –R$ 489,3 milhões.

O setor bancário com 21 instituições tem o maior lucro consolidado no primeiro trimestre de 2018 com R$ 17,59 bilhões. Crescimento de 14,18% com relação ao ano de 2017.

Petróleo e Gás têm o segundo melhor resultado no primeiro trimestre de 2018 com R$ 7,66 bilhões (o cálculo inclui a Petrobras) crescimento de R$ 2,93 bilhões ou 62,12% com relação ao ano de 2017.

O setor de Mineração na terceira posição com R$ 5,20 bilhões tem queda de R$ 2,74 bilhões ou -34,53% com relação ao ano de 2017.

Lucro liquido de empresas de capital aberto brasileiras

 

Lucro líquido: 20 empresas com maiores resultados

Na tabela abaixo encontramos as 20 empresas com maiores lucros no primeiro trimestre de 2018 entre as empresas de capital aberto brasileiras. A Petrobras com R$ 6,96 bilhões é a empresa mais lucrativa, seguida pelo ItauUnibanco com R$ 6,28 bilhões. Entre os cinco maiores lucros estão três bancos.

O setor com maior número de representantes entre os 20 maiores lucros no primeiro trimestre de 2018 é o de Bancos com cinco empresas, seguido pelos setores de Alimentos e Bebidas e pelo setor de Papel e Celulose com duas empresas cada setor.

Das 20 empresas com maiores lucros seis têm queda de lucratividade no primeiro trimestre de 2018 com relação ao ano de 2017. A Vale S.A. com queda de R$ 2,77 bilhões lidera a lista.

A Petrobras é a empresa que tem o maior crescimento nominal de lucro líquido no primeiro trimestre de 2018, entre as 20 mais lucrativas, com R$ 2,51 bilhões. A segunda com maior crescimento é CSN com R$ 1,38 bilhão.

Lucro líquido, Capital Aberto

 

20 empresas com maiores prejuízos no primeiro trimestre de 2018

A construtora Mendes Junior é a empresa com maior prejuízo entre as empresas de capital aberto com -R$ 245,0 milhões, seguida pela Marfrig com –R$ 202,6 milhões.

Entre as 20 empresas com maiores prejuízos temos seis do setor de Construção, três de Alimentos e Bebidas, já os setores de Comércio e Energia elétrica têm duas empresas cada.

95 empresas entre as 290 empresas da amostra têm prejuízo no primeiro trimestre de 2018.

capital aberto - Economatica

 

Caso deseje personalizar um estudo e for usuário da nossa solução, entre em contato com nosso suporte pelo telefone 011 40813800 ou pelo e-mail info@economatica.com.br para que possamos lhe auxiliar na elaboração do estudo. Se ainda não for usuário da nossa plataforma solicite um trial.

ESTUDOS RELACIONADOS

Bolsa atinge R$ 4 trilhões de valor de mercado, m…

O valor de mercado da bolsa brasileira ultrapassa os R$ 4 trilhões...

Leia mais

17 de julho de 2019 | Por Economatica

Raios X da indústria de fundos de previdência

Economatica consolida o patrimônio gerido pelos fundos de previdência e apresenta a...

Leia mais

15 de julho de 2019 | Por Economatica

Análise da composição da carteira do índice IH…

A Economatica analisa diversos dados quantitativos da carteira do índice IHFA conforme...

Leia mais

10 de julho de 2019 | Por Economatica