Fundos de previdência

Raios X da indústria de fundos de previdência

Economatica consolida o patrimônio gerido pelos fundos de previdência e apresenta a evolução desde o ano de 2007.

O cálculo do patrimônio da indústria de fundos de previdência é efetuado pela Economatica conforme a seguinte metodologia:

= Patrimônio de todos os fundos de previdência – valor alocado em fundos.

No cálculo foram considerados todos os gestores e fundos em cada data, isso significa que fundos ou gestores que deixaram de existir são considerados no período que estiveram presentes no mercado.

Evolução do patrimônio

O patrimônio da indústria de fundos de previdência no ano de 2007 é de R$ 94 bilhões geridos por 45 gestoras, no mês de junho de 2019 o patrimônio é de R$ 852 bilhões geridos por 124 gestoras.

Entre os anos de 2013 e 2016 temos crescimento de 6 gestoras, já entre 2016 e junho de 2019 o crescimento é de 33 gestoras e o patrimônio tem crescimento de R$ 363 bilhões.

Evolução do patrimônio

Quantidade de gestoras vs quantidade de fundos

No ano de 2007 temos 392 fundos de previdência concentrados em 45 gestoras, já no mês de junho de 2019 registramos 124 gestoras com 1.786 fundos.

No ano de 2013 foi a primeira vez que atingimos mais de 1000 fundos de previdência e o crescimento de 2013 até junho de 2019 é de 722 fundos, representando aumento de 67,8%.

Evolução fundos

Maiores gestores da indústria de fundos de previdência por patrimônio

No gráfico abaixo encontramos a evolução do patrimônio gerido pelos 5 maiores gestores de fundos por patrimônio líquido no mês de junho de 2019.

De 2007 até 2015 o gestor com maior patrimônio gerido em fundos de previdência foi a BRAM. No ano de 2015 o patrimônio gerido pela BRAM foi de R$ 144,9 bilhões, contra R$ 139,5 bilhões do BB DTVM, que era a segunda maior gestora de fundos de previdência.

Em 2016 o BB DTVM com R$ 188,6 bilhões sob gestão ultrapassa a BRAM com R$ 173,2 bilhões.

Em junho de 2019 o BB DTVM tem sob gestão R$ 262,7 bilhões contra R$ 206,4 bilhões da BRAM.

No período de 2016 até junho de 2019 a BRAM registra crescimento de 19,2% contra 39,2% do BB DTVM. O gestor com maior crescimento no período é a Caixa com 82,4%; em 2016 a gestora geria R$ 36,4 bilhões contra R$ 67,1 bilhões em junho de 2019. O ItauUnibanco é o gestor com menor crescimento no mesmo período com 17,6%.

Maiores gestores de fundos

Mediana do retorno e prêmio dos fundos de previdência

Na tabela abaixo encontramos a mediana da rentabilidade nominal e descontada a inflação medida pelo IPCA dos fundos por classificação ANBIMA em períodos de um, três e cinco anos até o dia 30 de junho de 2019.

Adicionalmente temos a mediana do prêmio das mesmas categorias em relação ao CDI e Ibovespa, este último em pontos percentuais.

Em cinco anos os fundos de previdência de ações têm o melhor desempenho com mediana da rentabilidade nominal de 91,59%, batendo o Ibovespa em 1,68 p.p., pois no mesmo período o Ibovespa valorizou 89,9%.

No período de 5 anos, na mediana, três categorias perdem para o CDI e quatro ultrapassam o benchmark.

O ganho de poder aquisitivo dos fundos de previdência com relação ao IPCA em cinco anos mostra que os fundos de ações rentabilizaram 45,44 % acima da inflação e os fundos de Previdência Balanceados até 15 têm o menor ganho de poder aquisitivo com 19,94%.

Mediana dos fundos

Caso deseje personalizar o estudo e seja usuário da nossa solução, entre em contato com nosso suporte pelo telefone 011 40813800 ou pelo e-mail info@economatica.com.brpara que possamos lhe auxiliar na elaboração do levantamento. Se ainda não for usuário da nossa plataforma solicite um trial.

ESTUDOS RELACIONADOS

Gestores que mais ganharam cotistas no ano de 2019…

Com o Screening de fundos da Economatica é possível efetuar o levantamento...

Leia mais

7 de outubro de 2019 | Por Economatica

Fundos espelho na indústria de fundos – grandes…

A análise efetuada pela Economatica considera os seguintes critérios para determinar os...

Leia mais

30 de setembro de 2019 | Por Economatica

Estoque de debêntures na indústria de fundos cre…

Economatica calcula o estoque de debêntures que estão alocados na indústria de...

Leia mais

27 de setembro de 2019 | Por Economatica