20190617_ECO_Thumb_BLOG

Maiores alocadores em debêntures do setor de Energia Elétrica. R$ 1,4 bilhões tem duration inferior a 100 dias

Maiores alocadores em debêntures do setor de Energia Elétrica. R$ 1,4 bilhões tem duration inferior a 100 dias.

Economatica acompanha todas as debêntures precificadas pela ANBIMA e com base nesta listagem verificamos que 106 debêntures do setor de energia elétrica estão nas carteiras dos fundos no mês de fevereiro de 2019.

A normativa da CVM permite que os gestores possam ficar com as carteiras fechadas por até três meses, isso com a devida autorização dada pela autarquia. Ver: OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SIN/Nº 03/ 2010 de 15 de outubro de 2010 http://www.cvm.gov.br/export/sites/cvm/legislacao/oficios-circulares/sin/anexos/oc-sin-0310.pdf

Devido a essa limitação o levantamento foi efetuado até o mês de fevereiro de 2019.

As debêntures mais alocadas pela indústria de fundos do setor de energia elétrica

Na listagem abaixo encontramos a evolução da alocação das 25 debêntures mais alocadas pelos fundos no mês de fevereiro de 2019.

A indústria de fundos tem nas suas carteiras 106 debêntures do setor de energia elétrica precificadas pela ANBIMA com R$ 17,6 bilhões no mês de fevereiro de 2019.

A debênture Eletropaulo Emis 23/Ser 02 (ELPLB3) é a debênture com maior volume financeiro alocado na indústria, 259 fundos estão posicionados no papel no mês de fevereiro com R$ 1,3 bilhões.

As 25 debêntures com maior valor alocado acumulam R$ 11,3 bilhões, que representam 64,47% do total das debêntures precificadas pela ANBIMA e alocadas na indústria.

261 fundos compram a debênture da Copel Geração e Transmissão S/A Emis 02/Ser uni (CPGT12). Ela é a trigésima quarta mais alocada financeiramente com R$ 164 milhões, mas a que tem o maior número de fundos posicionados.

 

Gestoras com maior posição em debêntures do setor de energia elétrica

134 gestoras têm debêntures do setor de energia elétrica em algum dos seus fundos. O BB DTVM aloca R$ 1,4 bilhões por meio de 43 fundos, seguido pela BRAM com 112 fundos que alocam R$ 1,09 bilhões e 64 fundos do Santander com R$ 1,01 bilhões.

Os 25 gestores com maiores posições concentram R$ 14,6 bilhões, que representam 83,4% do total de debêntures precificadas pela ANBIMA e alocadas na indústria de fundos.

 

Alocação das debêntures por classificação Anbima

170 fundos de Renda Fixa Duração Livre Grau de Invest. concentram R$ 3,45 bilhões de alocação nas debêntures do setor de energia elétrica.

A classificação ANBIMA Multimercados Invest. no Exterior tem o maior número de fundos, são 556 fundos com posição em debêntures do setor.

Os fundos com maior posição em debêntures do setor de energia elétrica

O fundo Az Quest Luce Master FI RF Cred Priv LP é o fundo com maior posição financeira no mês de fevereiro em debêntures do setor de energia elétrica com R$ 509,2 milhões.

No mês de fevereiro temos 1.370 fundos posicionados em alguma debênture do setor.

Os 25 fundos com maior posição concentram R$ 5,91 bilhões ou 33,6% do total da indústria.

O BB DTVM tem quatro fundos entre os 25 com maior alocação, seguido pelo Santander e Sparta com 3 fundos cada. Outros cinco gestores têm dois fundos e cinco gestores participam com um fundo.

Gestores com alocação em fundos com duration inferior a 100 dias nas carteiras de fevereiro de 2019

A duration das debêntures foi tomada no dia 12 de junho de 2019, eventualmente as carteiras podem ainda ter essas posições ou não mais estar posicionadas, tendo em vista que a análise não considera as carteiras dos últimos 3 meses.

Oitenta gestores têm posições em debêntures do setor de energia com duration inferior a 100 dias, concentrando R$ 1,42 bilhões.

O Santander com 40 fundos é o gestor com a maior posição financeira com R$ 360,0 milhões.

O Cfo Administração de Recursos Ltda tem 148 fundos com posição em alguma debênture do setor de energia e é a gestora com maior quantidade de fundos alocados em debêntures com duration inferior a 100 dias.

As 25 gestoras com maior posição financeira concentram R$ 1,33 bilhões, o representa 93,5% do total das debêntures com duration inferior a 100 dias.

 

Os fundos com maiores posições em debêntures de energia com duration inferior a 100 dias

A duration das debêntures foi tomada no dia 12 de junho de 2019, eventualmente as carteiras podem ainda ter essas posições ou não mais estar posicionadas, tendo em vista que a análise não considera as carteiras dos últimos 3 meses.

Na carteira do mês de fevereiro de 2019, 538 fundos têm posição em debêntures do setor de energia com duration inferior a 100 dias.

O BB DTVM e Santander têm quatro fundos entre os 25 com maior posição.

O fundo Santander FI Master RF Cred Priv LP é o que possui a maior posição com R$ 150,7 milhões.

Os 25 fundos concentram R$ 938,8 milhões, o que representa 65,9 % do total.

 

Caso deseje personalizar o estudo e seja usuário da nossa solução, entre em contato com nosso suporte pelo telefone 011 40813800 ou pelo e-mail info@economatica.com.br para que possamos lhe auxiliar na elaboração do levantamento. Se ainda não for usuário da nossa plataforma solicite um trial.

 

ESTUDOS RELACIONADOS

Bancos de varejo vs demais gestoras – Desempenho…

A Economatica calcula a mediana do prêmio sobre o CDI de todos...

Leia mais

21 de agosto de 2019 | Por Economatica

Lucro das estatais é o maior da história – Pet…

Economatica consolida o lucro líquido trimestral ajustado pela inflação medida pelo IPCA...

Leia mais

19 de agosto de 2019 | Por Economatica

Lucro das empresas de capital aberto brasileiras t…

Lucro líquido de 306 empresas de capital aberto brasileiras no segundo trimestre...

Leia mais

16 de agosto de 2019 | Por Economatica