20190617_ECO_Thumb_BLOG

Maiores alocadores em debêntures do setor de Energia Elétrica. R$ 1,4 bilhões tem duration inferior a 100 dias

Maiores alocadores em debêntures do setor de Energia Elétrica. R$ 1,4 bilhões tem duration inferior a 100 dias.

Economatica acompanha todas as debêntures precificadas pela ANBIMA e com base nesta listagem verificamos que 106 debêntures do setor de energia elétrica estão nas carteiras dos fundos no mês de fevereiro de 2019.

A normativa da CVM permite que os gestores possam ficar com as carteiras fechadas por até três meses, isso com a devida autorização dada pela autarquia. Ver: OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SIN/Nº 03/ 2010 de 15 de outubro de 2010 http://www.cvm.gov.br/export/sites/cvm/legislacao/oficios-circulares/sin/anexos/oc-sin-0310.pdf

Devido a essa limitação o levantamento foi efetuado até o mês de fevereiro de 2019.

As debêntures mais alocadas pela indústria de fundos do setor de energia elétrica

Na listagem abaixo encontramos a evolução da alocação das 25 debêntures mais alocadas pelos fundos no mês de fevereiro de 2019.

A indústria de fundos tem nas suas carteiras 106 debêntures do setor de energia elétrica precificadas pela ANBIMA com R$ 17,6 bilhões no mês de fevereiro de 2019.

A debênture Eletropaulo Emis 23/Ser 02 (ELPLB3) é a debênture com maior volume financeiro alocado na indústria, 259 fundos estão posicionados no papel no mês de fevereiro com R$ 1,3 bilhões.

As 25 debêntures com maior valor alocado acumulam R$ 11,3 bilhões, que representam 64,47% do total das debêntures precificadas pela ANBIMA e alocadas na indústria.

261 fundos compram a debênture da Copel Geração e Transmissão S/A Emis 02/Ser uni (CPGT12). Ela é a trigésima quarta mais alocada financeiramente com R$ 164 milhões, mas a que tem o maior número de fundos posicionados.

 

Gestoras com maior posição em debêntures do setor de energia elétrica

134 gestoras têm debêntures do setor de energia elétrica em algum dos seus fundos. O BB DTVM aloca R$ 1,4 bilhões por meio de 43 fundos, seguido pela BRAM com 112 fundos que alocam R$ 1,09 bilhões e 64 fundos do Santander com R$ 1,01 bilhões.

Os 25 gestores com maiores posições concentram R$ 14,6 bilhões, que representam 83,4% do total de debêntures precificadas pela ANBIMA e alocadas na indústria de fundos.

 

Alocação das debêntures por classificação Anbima

170 fundos de Renda Fixa Duração Livre Grau de Invest. concentram R$ 3,45 bilhões de alocação nas debêntures do setor de energia elétrica.

A classificação ANBIMA Multimercados Invest. no Exterior tem o maior número de fundos, são 556 fundos com posição em debêntures do setor.

Os fundos com maior posição em debêntures do setor de energia elétrica

O fundo Az Quest Luce Master FI RF Cred Priv LP é o fundo com maior posição financeira no mês de fevereiro em debêntures do setor de energia elétrica com R$ 509,2 milhões.

No mês de fevereiro temos 1.370 fundos posicionados em alguma debênture do setor.

Os 25 fundos com maior posição concentram R$ 5,91 bilhões ou 33,6% do total da indústria.

O BB DTVM tem quatro fundos entre os 25 com maior alocação, seguido pelo Santander e Sparta com 3 fundos cada. Outros cinco gestores têm dois fundos e cinco gestores participam com um fundo.

Gestores com alocação em fundos com duration inferior a 100 dias nas carteiras de fevereiro de 2019

A duration das debêntures foi tomada no dia 12 de junho de 2019, eventualmente as carteiras podem ainda ter essas posições ou não mais estar posicionadas, tendo em vista que a análise não considera as carteiras dos últimos 3 meses.

Oitenta gestores têm posições em debêntures do setor de energia com duration inferior a 100 dias, concentrando R$ 1,42 bilhões.

O Santander com 40 fundos é o gestor com a maior posição financeira com R$ 360,0 milhões.

O Cfo Administração de Recursos Ltda tem 148 fundos com posição em alguma debênture do setor de energia e é a gestora com maior quantidade de fundos alocados em debêntures com duration inferior a 100 dias.

As 25 gestoras com maior posição financeira concentram R$ 1,33 bilhões, o representa 93,5% do total das debêntures com duration inferior a 100 dias.

 

Os fundos com maiores posições em debêntures de energia com duration inferior a 100 dias

A duration das debêntures foi tomada no dia 12 de junho de 2019, eventualmente as carteiras podem ainda ter essas posições ou não mais estar posicionadas, tendo em vista que a análise não considera as carteiras dos últimos 3 meses.

Na carteira do mês de fevereiro de 2019, 538 fundos têm posição em debêntures do setor de energia com duration inferior a 100 dias.

O BB DTVM e Santander têm quatro fundos entre os 25 com maior posição.

O fundo Santander FI Master RF Cred Priv LP é o que possui a maior posição com R$ 150,7 milhões.

Os 25 fundos concentram R$ 938,8 milhões, o que representa 65,9 % do total.

 

Caso deseje personalizar o estudo e seja usuário da nossa solução, entre em contato com nosso suporte pelo telefone 011 40813800 ou pelo e-mail info@economatica.com.br para que possamos lhe auxiliar na elaboração do levantamento. Se ainda não for usuário da nossa plataforma solicite um trial.

 

ESTUDOS RELACIONADOS

Gestores que mais ganharam cotistas no ano de 2019…

Com o Screening de fundos da Economatica é possível efetuar o levantamento...

Leia mais

7 de outubro de 2019 | Por Economatica

Fundos espelho na indústria de fundos – grandes…

A análise efetuada pela Economatica considera os seguintes critérios para determinar os...

Leia mais

30 de setembro de 2019 | Por Economatica

Estoque de debêntures na indústria de fundos cre…

Economatica calcula o estoque de debêntures que estão alocados na indústria de...

Leia mais

27 de setembro de 2019 | Por Economatica